Ir para Conteúdo

Blog

Sandra Costa
Executive and Office Management Assistant do .PT
03-08-2020
Quando o tempo pára
A maternidade tem destas coisas, põe-nos à prova… por momentos a vida lá fora fica em suspenso e todos os papéis que aprendemos a desempenhar deixam de ter a mesma importância. Em casa o tempo passa a ter um outro significado, por um lado a oportunidade única de investirmos tempo naquilo que bem nos apetece (e às vezes nem apetece grande coisa), por outro a vida laboral e social ficam simplesmente em suspenso, arrumadas numa gaveta. 

No entanto, sabemos bem que tudo continua, aparece uma pandemia, a forma como trabalhamos e comunicamos uns com os outros e com o exterior muda, aprendemos a conter ansiedades, o .PT faz 7 anos, e até a vista que nos proporcionava a janelaindiscreta deixa de existir como a conhecemos, pensando bem, até os vícios teimosos já não são os mesmos.

Como gerir este dilema de ir e voltar?

Na verdade, a prova é mesmo esta, é aqui que tudo se resume às novas capacidades adquiridas neste tempo, adaptação e resiliência. Voltamos, é certo, com outras prioridades, e às vezes com outros princípios, e percebemos que, por um lado há a saudade de nos sentirmos profissionalmente realizados, saudade de uma normalidade conhecida, mas também a culpa por já não dispormos do mesmo tempo, e é neste momento que começamos a investir, às vezes de forma inconsciente, numa nova identidade.

É preciso bom senso, e lembrarmo-nos que também somos gente, gente daquela com gostos, rotinas e vontades, é o desafio de criar uma nova vida, mantendo um equilíbrio entre o pessoal e o profissional, na verdade, nada se perde, tudo se transforma!

Voltar aos Posts