Ir para Conteúdo

Blog

Tiago Ribeiro
Digital Marketing Specialist do .PT
11-01-2021
A presença digital das empresas portuguesas

Os indicadores do estudo Economia e Sociedade Digital em Portugal, desenvolvido pela ACEPI em parceria com a IDC, revelam que a percentagem de empresas com presença na Internet é agora 60% do número total de empresas, sendo que no estudo anterior apenas 40% das empresas tinham presença online. Este crescimento, muito significativo, deve-se sobretudo ao aumento da presença na internet das micro e pequenas empresas, face ao ano anterior, respetivamente de 30% para 48% e de 53% para 76%. Contudo, das 60% empresas portuguesas com presença na internet, apenas 82% afirmou possuir um domínio próprio e 76% referiu ter um ou mais sites desenvolvidos.

Já no Inquérito à Utilização de Tecnologias da Informação e da Comunicação nas Empresas, desenvolvido pelo INE, é referido que em 2020, 61.1% das empresas portuguesas possui website próprio (+2.6 p.p. face a 2019). Sendo que as únicas empresas que registam um aumento face ao ano anterior (+3.6 p.p.), são as pequenas empresas com 10 a 49 pessoas ao serviço, em que 56.9% tem website próprio.

Ambos os estudos, demonstram que as empresas portuguesas estão cada vez mais digitais. Todavia, apesar das melhorias demonstradas, fica claro que ainda existem muitas empresas portuguesas sem presença online, sem um domínio próprio e site desenvolvido.

Isto é um problema, porque não coloca apenas em risco a sua empresa e reputação, mas também o coloca em desvantagem competitiva, comparativamente com as empresas que têm presença na internet. A maioria de nós está na Internet diariamente por horas, para fins sociais e profissionais. Não será este o melhor momento para colocar o seu negócio online e aproveitar todas as oportunidades que o mundo digital pode oferecer-lhe?

Porque é que a sua empresa precisa de um nome de domínio e website

Os sites e domínios não são apenas para grandes empresas com orçamentos milionários. Todas as empresas, grandes, médias, pequenas ou micro, devem ter um nome de domínio e site. Entre as várias razões para ter um domínio e site, destacam-se:

1. Os seus clientes estão na Internet

Para conquistar novos clientes, precisa entender que o lugar onde a maioria das pessoas procura um serviço ou produto é na Internet. Segundo o estudo da Economia e Sociedade Digital em Portugal, prevê-se que em 2020 a penetração da internet atinja os 81% da população portuguesa. É crucial que os seus clientes e potenciais clientes possam encontrá-lo na internet, pois é o primeiro lugar onde eles o irão procurar. E não se esqueça, mesmo que a sua empresa não venda produtos ou serviços online, um site é uma forma das pessoas encontrarem o seu endereço físico, horário de atendimento, número telefone, endereço de e-mail, etc. 

2. Dá ao seu negócio uma vantagem competitiva

Se a sua empresa tiver presença digital, ganha uma vantagem competitiva sobre os seus concorrentes que não têm. Com grandes decisões de negócio a começarem com uma simples pesquisa no Google, isso significa que as empresas que não têm um site, estão a perder terreno no mercado. Para além de que, se tiver um site, o seu negócio funciona mesmo enquanto está a dormir, isto é, a qualquer hora do dia ou da noite, uma pessoa pode entrar no seu site, conhecer a sua empresa, os seus produtos e serviços, as suas promoções e descontos atuais, bem como os preços de tudo o que consta no site e inclusive até comprar algum produto imediatamente.

3. Não é necessariamente caro 

Se tem uma pequena ou micro empresa com um orçamento de marketing reduzido, provavelmente pensa que o registo de um domínio e a criação de um site é muito dispendioso. Na realidade, o registo de um domínio .pt não é caro. Se registar o seu domínio via registrars .pt tem condições muito favoráveis e ajustadas às suas necessidades. Além disso, se constituir uma empresa ou associação na hora tem direito, através da iniciativa 3em1.pt, a um domínio .pt grátis por um ano, e ainda a uma ferramenta para a construção do site, respetivo alojamento e caixas de e-mail.

Quanto ao passo seguinte, que é a criação do seu site, se o que a sua empresa necessita é algo simples, existem milhares de modelos disponíveis em plataformas como WordPress ou Drupal. Mesmo que contrate um especialista para desenvolver o seu site, a maioria agora usam modelos como base para começarem os seus projetos, o que reduz significativamente o custo em comparação com o desenvolvimento de um site do zero. Construir um site nunca foi tão fácil com muitos registrars .pt a venderem pacotes completos que incluem o registo do seu domínio, o alojamento do seu site, etc.

4. Ter um site e endereço de e-mail profissionail aumenta a credibilidade da sua empresa

Se enviar e-mails com o endereço de e-mail gratuito criado no Gmail quando tinha 15 anos, acha que os seus potenciais clientes vão confiar na sua empresa? Obviamente que não, porque é pouco profissional. O nível de profissionalismo e credibilidade de um e-mail, como paulopereira@truster.pt comparativamente com paulopereiratruster78@gmail.com, é enorme. Um e-mail próprio que corresponda ao domínio do seu site eleva muito a legitimidade das suas comunicações. 

Um site está sujeito ao cumprimento de um conjunto de disposições legais, o que é relevante para quem o gere, criando também confiança no consumidor que a ele recorre. Muitos consumidores nem consideram adquirir um serviço ou produto de uma empresa que não tem um site, porque não confiam numa empresa que apenas tem presença nas redes sociais. 


Com esta pandemia, as dificuldades multiplicaram-se. Não será o fim das pequenas e micro empresas, no entanto, é importante refletir sobre a necessidade de mudança. Se a sua empresa ainda não tem um site, recomendo fortemente que crie um. Não fique para trás e crie o seu site em .pt. Escolha um dos nossos registrars e comece já a sua jornada digital. 

Voltar aos Posts